UNIDADE DOS TRABALHADORES E ESTUDANTES BARRA EBSERH NA UFRJ

Grupo Técnico inicia diagnóstico dos hospitais universitários da UFRJ

 

O reitor Carlos Levi instalou na terça-feira, 11, o Grupo Técnico que irá fazer o diagnóstico dos hospitais universitários da UFRJ e preparar estudos para elaboração de modelos de gestão para essas unidades de saúde. No mesmo dia, o Boletim da UFRJ trouxe publicada a Portaria n° 6675 que institui o grupo, conforme decisão aprovada na sessão do Conselho Universitário (Consuni) em 23 de maio.

 

Desde terça-feira, portanto, começou a contar o prazo de 60 dias para que os especialistas indicados pelos integrantes da Comissão de Acompanhamento do Consuni apresentem os resultados do trabalho que realizarão. “Trata-se de um assunto de altíssima importância para a nossa universidade e o trabalho de vocês e decisivo.

 

Sintam-se apoiados”, afirmou o reitor aos professores e técnicosadministrativos integrantes do GT presentes à reunião no salão de sessões dos órgãos colegiados. Na reunião do Conselho Universitário de quinta-feira, 13 de junho, no entanto, houve questionamento sobre a falta de definição mais precisa da comissão encarregada de acompanhar os trabalhos do grupo de especialistas.

 

A portaria publicada no Boletim da UFRJ é omissa em relação ao assunto. A comissão técnica, segundo deliberação da reunião do Consuni do dia 23 de maio, tem que ser acompanhada pela comissão de conselheiros designados para isso. Divisão do trabalho O Grupo Técnico foi dividido por áreas de conhecimento compostas pelas seguintes pessoas:

 

Finanças e Compras – professor Adilson de Oliveira (Instituto de Economia), professora Eliane Souza Campos dos Reis (Faculdade Nacional de Direito) e os técnicosadministrativos George Pereira da Gama Júnior (PR-3) e Marcelo da Silva Gonçalves (PR-6).

 

Direito Administrativo – professora Carmem Lucia Macedo (Faculdade Nacional de Direito). Gestão de Pessoal/Direito Trabalhista – professor Kleber Figueiredo (Coppead), professora Maria Teresa Correia Coutinho (Faculdade de Administração e Ciências Contábeis), professora Danielle Gabrich Gueiros (Faculdade Nacional de Direito), professor Ivan Simões Garcia (Faculdade Nacional de Direito), técnica-administrativa Maria Tereza da Cunha Ramos (Teca, da PR-4) e o técnico-administrativo Jorge de Azevedo Freitas (PR-4). Planejamento em Saúde – professora Lígia Bahia (Faculdade de Medicina|). Tecnologia da Saúde – professora Rosimary Terezinha de Almeida (Coppe), professor Flávio Fonseca Nobre (Coppe) e o professor Roberto Macoto Ichinose (Coppe). Ouvidoria – professora Cristina Ayoub Riche (Ouvidora da UFRJ) e a técnica-administrativa Nilza Maria de Mendonça (Ouvidoria).

 

Reitor esclarece dúvidas

O reitor garantiu que o grupo técnico terá todo o apoio logístico necessário para trabalhar e também pôs o seu gabinete à disposição, dizendo que a chefe de gabinete Angela Uller atenderá qualquer demanda dos profissionais. Carlos Levi também informou que os titulares poderão indicar outros nomes para compor o grupo, se acharem necessário ampliar a participação de especialistas com vistas ao cumprimento do prazo, que, frisou, não será estendido.

 

Por ordem do reitor, o gabinete iria preparar para cada especialista um pacote contendo todo o material impresso sobre os hospitais

universitários elaborados pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebersh) e outros que houvessem. Carlos Levi sugeriu que os especialistas de todos as áreas “se reunissem regularmente para evitar que divergências muito grandes atrapalhassem a convergência”.

 

Não é tarefa do grupo técnico, esclareceu o reitor, indicar “se é para a universidade assinar contrato com A ou B, mas apenas dizer à universidade que, diante da demanda efetiva e das queixas graves da população, como a UFRJ pode abordar essas questões”.

 

Primeira reunião do GT

Nesta segunda-feira, dia 17, às 13h30, o grupo técnico se reunirá na Reitoria integralmente para ouvir a exposição oral dos cerca de 12 documentos existentes sobre os HUs pelas professoras Lígia Bahia, da Faculdade de Medicina, e Ivani Bursztyn, do Instituto de Estudos em Saúde coletiva. Quem solicitou a exposição foi o professor Adilson de Oliveira, que manifestou preocupação com o prazo para conclusão das tarefas.

 

Roteiro de trabalho

A professora e conselheira Diana Maul, que atuará como uma espécie de coordenadora da Comissão de Acompanhamento do grupo técnico (que ela denomina de Comissão Técnica proposta pelo Consuni), leu uma proposta de roteiro para o desenvolvimento do trabalho do grupo técnico:

 

a) - Relatório recente da situação atual do Complexo Hospitalar da UFRJ.

b) - Proposta de gestão das unidades hospitalares apresentadas no Consuni pelo conselheiro Roberto Leher.

 

Além disso, garantiu Diana Maul em sua proposta de roteiro, “podem ser solicitadas pela comissão (grupo técnico), ou a ela espontaneamente encaminhados, outros documentos das unidades acadêmicas que têm os hospitais como unidades de treinamento; de outras unidades; de especialistas que desejem se manifestar sobre o assunto em pauta.

 

EBSERH