STF julga data base dos servidores

Sindicato convoca paralisação e vigília para acompanhar sessão do tribunal que vai decidir sobre o assunto

 

A Assembleia da categoria realizada nesta terça-feira, 12, às 10h, no auditório Samira Mesquita (Fundão), para eleger delegados à plenária da Fasubra e discutir a campanha salarial, aprovou paralisação no dia 20 de junho (quarta-feira), e ato com vigília no campus da Praia Vermelha.

Nessa data, está previsto que o Supremo Tribunal Federal (STF) julgará a ação que reivindica a instituição da data-base para os servidores públicos das três esferas (municipal, estadual e federal), cujo mês de revisão salarial seria janeiro.

A instituição da data base para os servidores públicos faz parte do calendário de lutas históricas dos técnicos-administrativos em educação das Ifes, e tem tudo a ver com a campanha salarial deflagrada pela categoria este ano.

 

Plenária da Fasubra

Os sete delegados eleitos para representar os técnicos-administrativos da UFRJ na plenária nacional da Fasubra nos dias 15 e 16 de junho, serão os porta-vozes dos seguintes encaminhamentos aprovados na assembleia: retomar a luta pela aposentadoria especial; fortalecer a luta em defesa do SUS e pela revogação da EC 95; e recuperar o projeto da Fasubra para os HUs e o projeto Universidade Cidadã.

 

Jornada de lutas

Nesta plenária da Fasubra será discutido o indicativo da entidade de deflagração de uma jornada de lutas de 18 a 20 de junho em defesa dos serviços públicos e pela revogação da Emenda Constitucional 95, que congela por 20 anos investimentos na saúde, educação e em outras áreas de prestação de serviços públicos à população, com debates sobre as privatizações, luta pelo atendimento da pauta de reivindicações dos servidores e atividades no STF em virtude do julgamento da data base.