Sintufrj propõe democratização da UFRJ

Tema foi indicado pelo Sindicato como eixo do Congresso Universitário na reunião que discutiu o evento

O Sintufrj propôs que a democratização da univer¬sidade seja eixo do Congresso Universitário, cuja organiza¬ção está em curso. De acordo com a coordenadora-geral da entidade, Neuza Luzia, o tema é imprescindível, uma vez que é sob o guarda-chuva da de¬mocracia que questões como relações de trabalho, saúde mental, assédio e relações de poder devem ser discutidas.

 

Na reunião para discu¬tir o congresso, a represen¬tante do Sintufrj disse que a entidade vai propagar e fortalecer o encontro, mas rejeitou a ideia de participar como um dos organizadores do evento, como foi proposto por dirigentes da UFRJ.

 

Neuza explicou que trata¬-se de um acontecimento institucional e, como tal, no entendimento do Sindicato, essa responsabilidade por sua realização deve ser da Reitoria. “Recebemos bem a ideia do congresso. Mas acho que o papel de cada ator dentro da universidade deve considerado. E nesse caso (do congresso), essa respon¬sabilidade, o papel institu¬cional é da Reitoria”.

 

A Reitoria abriu discussão com unidades e centros sobre a realização do Congresso Universitário. Em seguida, chegou a pautar o assunto para um debate no Conselho Universitário. Mas retirou o tema da pauta por entender que não tinha discutido com as entidades representati¬vas. Em seguida, procurou a Adufrj, a APG, o DCE e, por fim, o Sintufrj, para falar da proposta.